Um jovem-balão

Nota: “Quando sopramos, em um balão, mais ar do que ele pode suportar ele explode”.

Chegamos a uma idade onde todos esperam muito de nós. Seja em casa, na escola, no trabalho. As pessoas idealizam alguém "perfeito" ao se depararem com um jovem que - diferente dos que já não pertencem à mocidade - ainda pode ser moldado, e esperam sempre que ele atenda, ou melhor, supere suas expectativas.

E nós tentamos.

 Até nos depararmos, em certo momento, cercados de expectativas para serem superadas, diversos deveres e muitas cobranças que se alojam em nossas mentes, pressionam e limitam nossas ações de acordo com o que nos é imposto.


Às vezes me parece impossível saber administrar essas cobranças e formar uma personalidade alternativa enquanto vários outros meios nos impõem um modo de pensar como apenas “mais um bom cidadão, bom filho, empregado ou bom aluno” etc. É como se a qualquer momento essas idéias que se acumulam em minha mente gritando para saírem - enquanto são multiplicadas por doses diárias de exigências - me explodissem em mil partículas com o desejo em vão de satisfazer a todos que esperam um retorno de mim.

Já cogitei diversas formas para mudar ou diminuir isso e chegar à idade adulta inteiro. Ou pelo menos psicológicamente inteiro. Comecei por agüentar tudo; cheguei a pensar em acionar o “F” (foda-se). Até perceber que, não importa o quanto me esforce, eu não vou atender a todas as expectativas totalmente. Não por ser incapaz, mas por ser humanamente limitado ao meu jeito único de ser. Pois todos nós somos únicos. Substituíveis em alguns pontos, mas ainda sim, únicos. E é com esse singular modo de ser limitado mas extremamente esforçado que corro, a partir de agora, atrás dos meus ideais. Sem o intuito de agradar os meus credores morais, mas a mim mesmo. O mundo que se contente com o “tudo de mim” que tenho a oferecer.



 


“Pode ser que todos nos cobrem, todos nos rotulem. Pode ser que todos nos ENCHAM, mas só nós podemos escolher para onde vamos VOAR”.


Por Sillas

5 comentários:

Etiene disse...

Silas, Silas...

Você é um grande garoto! Um bálsamo num oceano de frivolidades. Que sejas conservado assim!

Gabriel disse...

isso ae mano falo tudo ... já estava na hora de colocar algum texto aqui né pow,afinal vc tbm é um dos 3 garotos kkkkkkkkk

Carina disse...

Oun *-* kkkk só nós podemos escolher para onde vamos VOAR. :)
Haha muiito bom adoreei.

Victor Mantovani disse...

Ae Sillas mandou bem, o mais foda é quando não se atende as expectativas dos outros e eles fazem a gente se sentir culpados .

Sillas Santos disse...

Tem razão, Victor. E Muito obrigado, galera!

Postar um comentário